Quinta-feira Santa: Instituição da Eucaristia

Realizado na Quinta-Feira Santa (18/04), o ritual de Lava-Pés é uma tradição católica que representa a humildade de Jesus, e a Instituição da eucaristia (última ceia), corresponde a nossa ação de graças pelas maravilhosas dádivas que, antes de morrer, Jesus nos deixa: a Eucaristia, o Sacerdócio e o mandamento do amor. A celebração foi presidida pelo padre Éverton, às 19 horas na Igreja Matriz.
A cerimônia de Lava-pés, acontece sempre na Quinta-Feira Santa, e é conhecida por ser o dia em que foi realizada a Última Ceia. Juntamente com seus 12 apóstolos, Cristo já sabendo da traição de Judas e que sua hora estava por vir, fez a refeição com seus companheiros e logo após repartir o pão e o vinho, que simbolizavam seu corpo e sangue, o Filho de Deus pegou uma bacia, a encheu com água e com uma toalha em seu ombro, começou a lavar o pé de cada apóstolo, como demonstração de humildade e purificação divina.
Nesse dia também celebramos a doação de Jesus por nós, bem como o sangue que derramou para nos dar vida. A Instituição da eucaristia (última ceia), celebrada à noite, corresponde a nossa ação de graças pelas maravilhosas dádivas que, antes de morrer, Jesus nos deixa: a Eucaristia, o Sacerdócio e o mandamento do amor.
A comunhão sacramental tem um sentido muito particular, pois nesse dia é celebrada a instituição da Eucaristia. Sendo assim, o padre, como manda a tradição, lavou os pés de doze fiéis escolhidos em meio a assembleia, como forma de repetir o ato de humildade de Jesus para com seus apóstolos. E também fez consagração do Corpo e Sangue de Jesus Cristo, lembrando a última Ceia de Jesus.
Ao terminar a celebração, fez-se uma procissão rápida para levar o Santíssimo a um lugar preparado no Salão Paroquial, deixando-O em exposição para a adoração dos fiéis.

Compartilhar
PASCOM
Pastoral da Comunicação