MISSA DO JUBILEU DE OURO

Gratidão foi certamente o sentimento que preencheu e transbordou do coração de cada membro de nossa comunidade paroquial nestes dias em que pudemos encerrar nosso Jubileu de Ouro.

Desde o ano passado, quando na presença de nosso bispo diocesano Dom Ettore Dotti iniciamos nosso ano jubilar, todas as nossas ações paroquiais foram “temperadas” pela alegria e reconhecimento a Deus pela história bonita que fizemos e fazemos acontecer.

É evidente que a pandemia do novo coronavírus também nos fez repensar todas as atividades e projetos. Queríamos fazer tanto mais, mas Deus, em sua providência infinita, nos permitiu chegar ao final do ano jubilar e podermos celebrar em comunidade este grande dom que é completar 50 anos de vida e missão paroquial.

Foi assim que ao longo da semana, do dia 7 ao dia 14 de novembro, tivemos a alegria de nos encontrarmos em vários momentos para bendizer a Deus por tudo que Ele nos concede.

O primeiro momento foi a celebração de abertura da semana com a presença novamente de nosso bispo diocesano; ele que sempre se faz muito perto de nós também nestes momentos celebrativos.

Já no dia 8 de novembro, como já está se tornando costume em todo dia 8 de cada mês, celebramos a missa votiva a São João Calábria, recordando e agradecendo a Deus pela presença do carisma calabriano em nossa comunidade. Dos 50 anos de existência da paróquia, são 48 anos em que a congregação dos Pobres Servos da Divina Providência se faz presente através dos religiosos e hoje também através dos leigos e leigas calabrianos.

Nos dias 10, 11 e 12 nossa comunidade se reuniu para o tríduo do Jubileu. Sendo que no primeiro dia houve a bênção para todos os agentes de pastorais, movimentos e serviços de nossa paróquia. Já no segundo dia contamos com a presidência do Pe. Paulo Santos, da Catedral de Naviraí, e houve bênção aos trabalhadores de todos os seguimentos de nossa cidade. Já no terceiro dia, aproveitando o aniversário de emancipação de nosso município, houve a bênção aos representantes dos poderes executivo, legislativo, judiciário e militar.

A celebração eucarística solene de encerramento aconteceu no dia 13, sábado, às 18h, na igreja matriz. Ao início foi lida a ata de criação da paróquia conforme está inscrita no Livro Tombo da paróquia e na procissão de entrada alguns casais dos pioneiros da paróquia entraram portando as bandeiras do município, do país e do Vaticano; também entraram representantes das comunidades rurais de nossa paróquia.

Junto ao nosso vigário, Pe. Celestino, e ao nosso pároco esteve participando e concelebrando a Santa Missa o nosso querido Pe. Aldo Raimondo. Ele, que foi o segundo pároco de nossa paróquia e primeiro da Congregação a chegar, veio diretamente de Ponta Porã para estar conosco neste momento festivo.

Ao final da celebração tivemos uma surpresa preparada pela Pascom: um vídeo com mensagens de alguns religiosos que passaram por nossa paróquia e também das duas religiosas, Ir. Gabriela e a Ir. Maria Aparecida, que são naturais daqui. Também o Pe. Aldo deixou sua mensagem recordando os desafios que ele enfrentou enquanto foi nosso pároco, salientando toda a amizade, acolhida e apoio que recebeu da comunidade em todos os 10 anos que aqui permaneceu; e se disse muito feliz em ver quanto nossa comunidade cresceu e nos incentivou a continuarmos firmes na missão de evangelizar.

Como agradecimento ao Pe. Aldo pela presença e por tudo que realizou em nossa comunidade, lhe entregamos uma singela placa como recordação.

Deste modo, encerramos as comemorações religiosas do nosso Jubileu de Ouro na certeza de que Deus Pai Providente nos guiou até aqui e, com certeza, continuará guiando nossa comunidade por todos os anos que virão.

Texto: Pe. Éverton dos Santos

Fotos: Glaucia Bravin

 

Glaucia Patricia Bravin de Sá 
Coordenadora Paroquial da Pastoral da Comunicação (PASCOM)