Espírito Santo o que vamos fazer juntos hoje?

Perante Deus, nós somos uma plantinha que temos tronco e galhos, eu te pergunto: Os galhos conseguem sobreviver sem o tronco? Com certeza você responderia não. Assim somos nós, não conseguimos sobreviver sem Jesus Cristo porque é através do Espírito Santo que recebemos alimento para nutrir a nossa vida e permanecermos firme na caminhada.

Por isso clame ao Espírito Santo todos os dias, pois ele nos enche de vida, coragem e alegria para vivermos como cristãos, portanto sempre faça esta Oração de Invocação ao Espírito Santo:

“Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos: Ó Deus que instruíste os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos da sua consolação. Por Cristo Senhor Nosso. Amém!”

Você sabe quais são os Dons do Espírito Santo?

 

De acordo o catecismo da igreja católica existe sete dons,  são eles: Sabedoria, Inteligência, Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade e Temor de Deus. Quando somos fiéis à Palavra de Deus, através deles podemos obter as graças que descem do céu. Vejamos como o Papa Francisco explica cada um dos sete dons do Espírito Santo: O dom da Sabedoria nos dá  o conhecimento da verdade revelada por Deus. Abrange todos os conhecimentos do cristão e os põe sob a luz de Deus, mostra a grandeza do plano do Criador e a sua onipotência. Vem da intimidade com o Senhor. Já o dom do Entendimento ou Inteligência nos ajuda a penetrar no íntimo das verdades reveladas por Deus e entendê-las. Por ele o cristão contempla os mistérios da fé. O dom do Conselho permite ao cristão tomar as decisões oportunas nas horas difíceis da vida, para que se comporte como verdadeiro filho de Deus. O dom da fortaleza nos dá força para a fidelidade à vida cristã, cheia de dificuldades. O dom da ciência faz que o cristão penetre na realidade deste mundo sob a luz de Deus; e veja cada criatura como reflexo da sabedoria do Criador e como caminho a Deus. O dom da piedade nos orienta em todas as relações que temos com Deus e com o próximo. E por fim, o dom do temor de Deus nos leva a amá-lo tão profundamente que temos receio de ofendê-lo.

Nós, cristãos a partir do Sacramento do Batismo e  do Sacramento da Crisma recebemos todos esses dons, cabe a nós pedirmos ao Espírito Santo que nos conceda a graça de usá-los para o bem da humanidade e no serviço da igreja, pois assim estaremos exercendo o nosso papel de cristãos e contribuindo para construção do Reino Deus, pois quando estamos dispostos a servir, Deus nos capacita, basta abrirmos o nosso coração e  nos colocarmos   à disposição porque ele age de forma inexplicável. Você já parou para pensar … Quais são os dons que Jesus  lhe deu? O que você tem feito com os seus dons?

Quando chegou o dia de Pentecostes, os discípulos estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído como de um vento forte, que encheu toda a casa em que se encontravam. Então apareceram línguas como de fogo que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia expressar-se. Residiam em Jerusalém judeus devotos, de todas as nações que há debaixo do céu. Quando ouviram o ruído, reuniu-se a multidão, e todos ficaram confusos, pois cada um ouvia os discípulos falar em sua própria língua” (At, 2, 1-6).

A solenidade de Pentecostes deste ano é celebrada no dia 31 de maio, onde ressalta a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo, cinquenta dias após a Páscoa e significa a descida do Espírito  Santo e o início da Igreja. Depois da Ressurreição, Jesus Cristo apareceu aos seus discípulos, soprou sobre eles e lhes concedeu o dom do Espírito Santo. Antes de ascender ao céu, solicitou que permanecessem em oração, e quando se elevou, os enviou mundo a fora para batizar e fazer discípulos por toda a terra, e em Pentecostes, o Espírito lhes encorajou a levar adiante a missão que haviam recebido do Senhor, por isso como cristãos e discípulos de Jesus Cristo devemos seguir o seu pedido, guiados pela luz e sustentados pela força do Espírito Santo, sem medo, irmos como discípulos e missionários levar a Boa Nova do Evangelho a todos os irmãos e irmãs, principalmente os mais fragilizados.

 Permaneçamos sempre no Espírito Santo!

 

Por Ameliana Pereira

PASCOM
Pastoral da Comunicação